Archive for setembro \29\UTC 2008

Alison e Bernardo terminam etapa de Vila Velha em nono lugar

29, setembro, 2008

Dupla do Banco Cruzeiro do Sul perdeu para os medalhistas olímpicos Ricardo/Emanuel nas oitavas-de-final

 

São Paulo – Alison e Bernardo ficaram com a nona colocação da etapa de Vila Velha do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia, no Espírito Santo. A dupla do Banco Cruzeiro do Sul perdeu nas oitavas-de-final para Ricardo/Emanuel, medalhistas de bronze na Olimpíada de Pequim, por 2 a 1 (14/18, 18/10 e 13/15) e foi eliminada da competição.


No início da manhã deste sábado, a jovem parceria conseguiu vaga na fase eliminatória do torneio ao derrotar na repescagem os suíços Laciga/Schnider por 2 a 1 (18/16, 14/18 e 15/9). Mas Alison e Bernardo foram superados pela experiência de Ricardo e Emanuel e deram adeus ao torneio.“A competição masculina é sempre muito difícil. Enfrentamos uma das melhores duplas do mundo, fizemos uma boa partida e só perdemos no detalhe. Agora é treinar bastante e pensar na próxima etapa”, disse Bernardo.

A dupla se prepara para a próxima etapa do Circuito Brasileiro. Alison e Bernardo disputam a etapa de Salvador, entre os dias 16 e 19 de outubro, na Bahia. 

A jovem parceria conseguiu bons resultados em 2008. Alison e Bernardo conquistaram os títulos dos Challengers da República Tcheca, da Suíça e da Estônia, sem perder nenhum jogo, e a medalha de bronze da etapa de Brasília do Circuito Brasileiro.
Anúncios

Alison e Bernardo disputam a repescagem da etapa de Vila Velha

26, setembro, 2008

Dupla do Banco Cruzeiro do Sul decide uma vaga na fase eliminatória da competição, na manhã deste sábado

São Paulo – Alison e Bernardo não tiveram uma boa estréia na etapa de Vila Velha do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia. A dupla do Banco Cruzeiro do Sul perdeu um de seus confrontos, nesta sexta-feira, e disputará a repescagem na manhã deste sábado na luta por uma vaga na fase eliminatória da competição.

A jovem parceria conseguiu uma boa vitória em seu primeiro jogo, ao bater Oscar/Guto por 2 a 0 (19/17 e 18/10). Mas Alison e Bernardo não conseguiram manter o ritmo no confronto seguinte e perderam para Hevaldo/Benjamin por 2 a 1 (17/19, 18/14 e 10/15).

“A competição masculina é muito difícil, com duplas muito fortes. Eles foram muito bem nos dois confrontos, mas acabaram perdendo o segundo jogo no detalhe. Agora é manter a concentração e enfrentar a repescagem nesse sábado”, disse a técnica Letícia Pessoa, que acompanha a parceria.

Apesar da derrota a dupla espera obter um bom resultado na repescagem para conseguir uma vaga na próxima fase. “Nosso objetivo é chegar às semifinais. Estamos confiantes de que faremos uma boa apresentação no próximo jogo”, disse o capixaba Alison, nascido em Vitória.

Alison e Bernardo conseguiram bons resultados em 2008. Além da medalha de bronze na etapa de Brasília, eles conquistaram os Challengers da República Tcheca, da Suíça e da Estônia, sem perder nenhum jogo.

Alison e Bernardo estréiam na etapa de Vila Velha

25, setembro, 2008

Dupla do Banco Cruzeiro do Sul busca bom resultado em seu retorno ao Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia

São Paulo – Alison e Bernardo voltam a disputar o Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia. A dupla do Banco Cruzeiro do Sul estréia nesta sexta-feira na etapa de Vila Velha, no Espírito Santo. A competição será especial para o capixaba Alison, que nasceu em Vitória e terá a oportunidade de competir diante de sua família.

“É muito bom estar perto dos meus pais, dos meus amigos. Eles estarão torcendo por mim durante toda a competição e espero conseguir um bom resultado aqui no Espírito Santo”, comentou Alison.

A dupla espera repetir o bom resultado de sua última participação no Circuito Brasileiro. Antes de embarcar para uma temporada de competições na Europa a dupla conquistou a medalha de bronze na etapa de Brasília, em abril.

“A expectativa é sempre melhorar cada vez mais. Treinamos bastante nas últimas semanas, disputamos a etapa do Guarujá do Circuito Mundial e vamos em busca de mais um bom resultado”, disse Bernardo.

Para subir mais uma vez no pódio, a jovem parceria terá de superar algumas das principais duplas do mundo, como os medalhistas olímpicos Márcio/Fábio Luiz e Ricardo/Emanuel e os atuais campeões mundiais Pedro/Harley.

“A disputa no masculino é sempre muito forte. O Circuito Brasileiro é tão difícil quanto o Mundial, pois as duplas nacionais são as mais fortes do planeta. Esperamos surpreender e conseguir um lugar no pódio”, disse Alison.

Alison e Bernardo conseguiram bons resultados em 2008. Além da medalha de bronze na etapa de Brasília, eles conquistaram os Challengers da República Tcheca, da Suíça e da Estônia, sem perder nenhum jogo.

Ana Paula e Shelda conquistam medalha de bronze no Guarujá

22, setembro, 2008

Campeã mundial, dupla do Banco Cruzeiro do Sul derrotou as brasileiras Maria Clara/Carolina na manhã de sábado

São Paulo – Campeãs mundiais de vôlei de praia, Ana Paula e Shelda conquistaram a medalha de bronze do Brasil Open, etapa brasileira do Circuito. A dupla do Banco Cruzeiro do Sul venceu a disputa do terceiro lugar contra Maria Clara/Carolina por 2 a 0 (21/17 e 21/18), em 37 minutos, na manhã deste sábado, no Guarujá (SP).“A medalha de bronze aqui no Brasil coroou nossa campanha vitoriosa em 2008. Esse final de semana ficará marcado pela conquista do título mundial”, disse Ana Paula.

Além de ficarem com a medalha de bronze, Ana Paula e Shelda deixam o Guarujá com o título do Circuito Mundial, conquistado três etapas antes do término da competição. Com o terceiro lugar, a dupla alcançou 6.980 pontos e não pode mais ser alcançada pelas brasileiras Renata/Talita, vice-líderes do ranking com 5.100 pontos.

A etapa do Guarujá foi a última de Ana Paula e Shelda no Circuito de 2008. Por causa da conquista do título mundial, a dupla abriu mão de disputar as últimas três etapas, que ocorrem em Dubai, nos Emirados Árabes, em Phuket, na Tailândia, e em Sanya, na China.
O título do Circuito Mundial de 2008 foi conquistado pela regularidade de Ana Paula e Shelda em toda a competição. Formada no final de 2007, a parceria subiu no pódio em seis das 14 etapas que disputou neste ano e conquistou os títulos do Aberto de Stare Jablonki, na Polônia, e dos Grand Slams de Gstaad, na Suíça, e de Klagenfurt, na Áustria.


Elas também conquistaram a medalha de prata no Aberto de Seul, na Coréia do Sul, e de bronze em Adelaide, na Austrália, além do quarto lugar em Xangai, na China, e em Stavanger, na Noruega.


Aos 35 anos, Shelda se tornou a jogadora que mais vezes conquistou o Circuito Mundial, com sete títulos. Além do torneio deste ano ao lado de Ana Paula, ela foi campeã em 1997, 1998, 1999, 2000, 2001 e 2004, em parceria com Adriana Behar. Shelda também conquistou duas medalhas de prata olímpicas, em Sydney/2000 e Atenas/2004.


Já Ana Paula, de 36 anos, conquistou o Circuito Mundial pela segunda vez. A jogadora já havia sido campeã da competição em 2003, jogando com Sandra Pires. A carreira vitoriosa nas areias veio depois de uma trajetória de sucesso nas quadras. Defendendo a seleção brasileira, ela conquistou a medalha de bronze na Olimpíada de Atlanta/1996.


O título de Ana Paula e Shelda é o 14º do Brasil em 16 edições do Circuito Mundial feminino. Somente as norte-americanas Reno/Kirby, em 1992, e as bicampeãs olímpicas Wash/May, em 2002, quebraram a hegemonia verde-amarela.

Ana Paula e Shelda buscam a medalha de bronze no Guarujá

19, setembro, 2008

Campeã mundial, dupla do Banco Cruzeiro do Sul enfrenta as brasileiras Maria Clara/Carolina às 8h30 deste sábado

 

São Paulo – Campeãs mundiais de vôlei de praia, Ana Paula e Shelda disputam a medalha de bronze do Brasil Open, que ocorre no Guarujá (SP). A dupla do Banco Cruzeiro do Sul perdeu nesta sexta-feira a semifinal para as brasileiras Vivian/Larissa por 2 a 1 (21/17, 13/21 e 10/15), em 46 minutos, e agora enfrenta na disputa do terceiro lugar as compatriotas Maria Clara/Carolina, às 8h30 deste sábado, com transmissão ao vivo do Sportv.


Formada no final de 2007, a parceria entre Ana Paula e Shelda conquistou o Circuito Mundial deste ano com três etapas de antecipação. Com o bom desempenho no Guarujá, a dupla chegou aos 6.920 pontos e não pode mais ser alcançada por Renata/Talita, vice-líderes do ranking com 5.100 pontos.


Ana Paula e Shelda mantiveram a regularidade em 2008. A parceria subiu no pódio em seis das 14 etapas que disputou neste ano e conquistou os títulos do Aberto de Stare Jablonki, na Polônia, e dos Grand Slams de Gstaad, na Suíça, e de Klagenfurt, na Áustria.


As brasileiras também conquistaram a medalha de prata no Aberto de Seul, na Coréia do Sul, e de bronze em Adelaide, na Austrália, além do quarto lugar em Xangai, na China, e em Stavanger, na Noruega.


Aos 35 anos, Shelda se tornou a jogadora que mais vezes conquistou o Circuito Mundial, com sete títulos. Além do torneio deste ano ao lado de Ana Paula, ela foi campeã em 1997, 1998, 1999, 2000, 2001 e 2004, em parceria com Adriana Behar. Shelda também conquistou duas medalhas de prata olímpicas, em Sydney/2000 e Atenas/2004.


Já Ana Paula, de 36 anos, conquistou o Circuito Mundial pela segunda vez. A jogadora já havia sido campeã da competição em 2003, jogando com Sandra Pires. A carreira vitoriosa nas areias veio depois de uma trajetória de sucesso nas quadras. Defendendo a seleção brasileira, ela conquistou a medalha de bronze na Olimpíada de Atlanta/1996.


O título de Ana Paula e Shelda é o 14º do Brasil em 16 edições do Circuito Mundial feminino. Somente as norte-americanas Reno/Kirby, em 1992, e as bicampeãs olímpicas Wash/May, em 2002, quebraram a hegemonia verde-amarela.


Alison e Bernardo não tiveram um bom desempenho nesta sexta-feira na etapa do Guarujá. A dupla do Banco Cruzeiro do Sul perdeu seus dois confrontos e foi eliminada da competição.


A jovem parceria perdeu pela manhã para os brasileiros Pedro/Harley por 2 a 1 (21/15, 17/21 e 10/15), em 55 minutos, pelas oitavas-de-final. A derrota fez Alison e Bernardo caírem para a repescagem, onde perderam para os suíços Laciga/Schnider por 2 a 0 (21/23 e 14/21), em 39 minutos, e terminaram a etapa em nono lugar.

 

Ana Paula e Shelda estão nas semifinais no Guarujá

19, setembro, 2008

Alison e Bernardo estão nas oitavas-de-final do torneio

 

São Paulo – Ana Paula e Shelda estão classificadas para as semifinais do Brasil Open, etapa brasileira do Circuito Mundial de Vôlei de Praia, disputada no Guarujá (SP). A dupla do Banco Cruzeiro do Sul venceu seus dois confrontos nesta quinta-feira e segue invicta na competição. Agora as brasileiras aguardam a definição de suas adversárias na próxima fase, que sairão da repescagem, nesta sexta-feira.


A parceria derrotou nas oitavas-de-final as italianas Gioria/Momoli por 2 a 0 (21/11 e 21/12), em 26 minutos. Nas quartas-de-final, Ana Paula e Shelda bateram as brasileiras Ágatha/Shaylyn por 2 a 0 (21/15 e 21/19), em 36 minutos.


Já Leila e Sandra Pires foram eliminadas da competição. A dupla do Banco Cruzeiro do Sul perdeu na repescagem para as suíças Zumkehr/Graessli por 2 a 0 (14/21 e 16/21), em 33 minutos, e deu adeus ao torneio.


Alison e Bernardo avançaram para as oitavas-de-final da etapa do Guarujá. A dupla do Banco Cruzeiro do Sul estreou com duas vitórias na competição e se classificou para a próxima fase, onde enfrenta os brasileiros Pedro/Harley nesta sexta-feira.


A jovem parceria venceu pela manhã os suíços Reader/Sewel por 2 a 0 (21/15 e 21/15), em 53 minutos. Em seguida, derrotou os franceses Kevin Cès/Andy Ces por 2 a 0 (21/18 e 21/17), em 38 minutos.

Ana Paula e Shelda são campeãs mundiais de vôlei de praia

18, setembro, 2008

Dupla do Banco Cruzeiro do Sul conquista o título, em casa, com três etapas de antecipação

Guarujá (SP) – Ana Paula e Shelda são campeãs mundiais do Circuito de Vôlei de Praia. A dupla do Banco Cruzeiro do Sul deixou a quadra central do Brasil Open do Guarujá (SP), após vitória por 2 a 0 (21/11 e 21/12), pelas oitavas-de-final, diante das italianas Gioria e Momoli, comemorando o título mundial, oficializado nesta quinta-feira pela Federação Internacional de Vôlei (FIVB), três etapas antes do final do Circuito Mundial da temporada.

“Mesmo que Renata e Talita, vice-líderes do ranking, vencessem as três etapas restantes não alcançariam mais a gente”, observou Ana Paula. “Fico muito feliz porque fizemos uma parceria que deu certo, mas foi tardia em termos de Olimpíada – no final foram 26 torneios da Renata/Talita contra 11 nossos que definiram a classificação. Ainda bem que ficamos com o título do Circuito Mundial. Conta muito! Ainda mais nesse ano que o vôlei de praia feminino do Brasil ficou órfão de medalha olímpica”.

Ana Paula disse que se sentiu muito à vontade jogando ao lado de Shelda durante toda a temporada. “Ela é muito experiente, eu também. Posso dividir todas as decisões com ela. Na quadra é 50% comigo e 50% com ela”, acrescentou.

Shelda também estava muito feliz com o seu sétimo título mundial na praia. “Vou comemorar e descansar esse corpo velho”, brincou a jogadora de 35 anos, que valorizou ainda mais o título ganho em casa. “Nosso objetivo era a classificação olímpica. Houve uma frustração por não termos conseguido conquistar a vaga. Mas a gente fez uma boa parceria. Isso ficou comprovado e foi compensado pelo título mundial. E foi bom conquistar o título em casa”.

Shelda, que já ameaçava deixar as quadras, confirmou que ficou motivada pelo resultado e seguirá jogando ao lado de Ana Paula. “Enquanto estivermos entre as primeiras do mundo vou continuar com a Ana. Combinamos de pensar ano a ano. E agora eu vou pensar em 2009. Mas sei que para continuar no Circuito, ainda mais que sou baixa, tenho de jogar 101%”.

O técnico Rodrigo Ribeiro disse que esse foi um ano proveitoso, de muito trabalho, porque o objetivo era a Olimpíada de Pequim. “Foi por pouco”, observou. “Não tivemos tempo. Mas foi um ano muito suado e recompensado com o título obtido por antecipação”.

O título foi garantido por antecipação porque o ranking da Federação Internacional de Vôlei (FIVB) contabiliza os pontos dos 14 melhores resultados de cada dupla na temporada. Com a vitória sobre as austríacas Rimser/Jirak na quarta-feira e a classificação às oitavas-de-final, Ana Paula e Shelda somaram mais 240 pontos e chegaram a 6.740 pontos, não podendo mais ser alcançadas por Renata/Talita, vice-líderes do Circuito, com 5.040.

Parceria vitoriosa

A parceria entre Ana Paula e Shelda começou no final de 2007. Depois de um período de entrosamento, a dupla manteve uma seqüência de bons resultados no Circuito Mundial, com os títulos do Aberto de Stare Jablonki, na Polônia, e dos Grand Slams de Gstaad, na Suíça, e de Klagenfurt, na Áustria.

As brasileiras também conquistaram a medalha de prata no Aberto de Seul, na Coréia do Sul, e de bronze em Adelaide, na Austrália, além do quarto lugar em Xangai, na China, e em Stavanger, na Noruega.

O título de Ana Paula e Shelda é o 14º do Brasil em 15 edições do Circuito Mundial feminino. A única vez que o país não conquistou o torneio foi em 2002, com o triunfo das norte-americanas bicampeãs olímpicas May/Wash.

Shelda é sete vezes campeã mundial

Aos 35 anos, Shelda se tornou a jogadora que mais vezes conquistou o Circuito Mundial, com sete títulos. Além do torneio deste ano ao lado de Ana Paula, ela foi campeã em 1997, 1998, 1999, 2000, 2001 e 2004, em parceria com Adriana Behar. Shelda também conquistou duas medalhas de prata olímpicas, em Sydney/2000 e Atenas/2004.

Já Ana Paula, de 36 anos, conquistou o Circuito Mundial pela segunda vez. A jogadora já havia sido campeã da competição em 2003, jogando com Sandra Pires. A carreira vitoriosa nas areias veio depois de uma trajetória de sucesso nas quadras. Defendendo a seleção brasileira, ela conquistou a medalha de bronze na Olimpíada de Atlanta/1996.

Ana Paula e Shelda seguem em busca do título mundial

17, setembro, 2008

Dupla do Banco Cruzeiro do Sul se classificou para as oitavas-de-final do Brasil Open, no Guarujá

São Paulo – Ana Paula e Shelda estão mais próximas do título do Circuito Mundial de Vôlei de Praia. A dupla do Banco Cruzeiro do Sul estreou com vitória no Brasil Open, nesta quarta-feira, no Guarujá (SP), e está classificada para as oitavas-de-final da competição.

A parceria brasileira entrou no torneio diretamente na segunda rodada e venceu um jogo equilibrado contra as austríacas Rimser/Jirak por 2 a 1 (19/21, 21/7 e 16/14), em 43 minutos. “Foi um jogo mais complicado do que nós imaginávamos. Sentimos um pouco a falta de ritmo, mas jogamos com paciência e conseguimos vencer, que é o mais importante”, disse Ana Paula.

As adversárias de Ana Paula e Shelda nas oitavas-de-final, nesta quinta-feira, são as italianas Gioria/Momoli, que venceram as gregas Koutroumanidou/Tsiartsiani por 2 a 1.

“Enfrentamos as italianas no Grand Slam de Gstaad e no Aberto da Polônia. É uma dupla nova, que às vezes peca pela inexperiência. Ao mesmo tempo, é um jogo perigoso, pois elas entram como francas atiradoras. Temos de usar nossa experiência para não sermos surpreendidas”, comentou Ana Paula.

Líderes do ranking da Federação Internacional de Vôlei (FIVB) em 2008, com 6.500 pontos, Ana Paula e Shelda buscam assegurar o título do Circuito Mundial três etapas antes do final. Para isso, elas precisam terminar a etapa do Guarujá até duas posições atrás das compatriotas Renata e Talita, vice-líderes do ranking com 4.800 pontos.

“Queremos ser campeãs do Circuito Mundial aqui no Guarujá. Mas estamos muito tranqüilas, pois se não conseguirmos aqui no Brasil temos tudo para conquistá-lo na próxima etapa, em Dubai”, observou Shelda, que busca seu sétimo título do Circuito Mundial.

A jogadora já conquistou a competição em 1997, 1998, 1999, 2000, 2001 e 2004, ao lado de Adriana Behar. Já Ana Paula está em busca de um título inédito em sua carreira.

Formada no final do ano passado, a parceria entre Ana Paula e Shelda vem fazendo uma boa temporada. As duas conquistaram a medalha de ouro em Klagenfurt, na Áustria, em Gstaad, na Suíça, e em Stare Jablonki, na Polônia. Ainda levaram a prata em Seul, na Coréia do Sul, e o bronze em Adelaide, na Austrália, além dois quarto lugares em Xangai, na China, e em Stavanger, na Noruega.

Leila e Sandra Pires na repescagem

Leila e Sandra Pires, do Banco Cruzeiro do Sul, não tiveram uma boa estréia no Guarujá. A dupla perdeu para as austríacas Rimser/Jirak por 2 a 0 (21/12 e 21/18), em 35 minutos, e caiu para a repescagem.

Masculino

Alison e Bernardo, do Banco Cruzeiro do Sul, estréiam nesta quinta-feira na etapa do Guarujá do Circuito Mundial. “A expectativa para essa etapa é boa. A dupla treinou duro e têm tudo para obter um bom resultado aqui”, disse a técnica Letícia Pessoa.

Em 2008, os brasileiros conquistaram os Challengers da República Tcheca, da Suíça e da Estônia, sem perderem nenhum jogo. A jovem parceria também ganhou a medalha de bronze na etapa de Brasília do Circuito Brasileiro.

Ana Paula e Shelda buscam título mundial no Guarujá

16, setembro, 2008

Líder do Circuito, dupla do Banco Cruzeiro do Sul está próxima de ser campeã três etapas antes do fim do torneio

São Paulo – Ana Paula e Shelda estão bem perto de conquistar o título do Circuito Mundial de Vôlei de Praia. Líder isolada da competição, a dupla do Banco Cruzeiro do Sul estréia nesta quarta-feira no Brasil Open, etapa nacional do Circuito Mundial de Vôlei de Praia, no Guarujá, São Paulo, e precisa de um bom resultado para ser campeã três etapas antes do fim do Circuito.

As brasileiras lideram com 6.500 pontos e garantem o título no Guarujá se terminarem a etapa até duas posições atrás das compatriotas Renata e Talita, vice-líderes do ranking com 4.800 pontos.

“Sempre é bom conquistar um título, ainda mais no Brasil. Estamos próximas da conquista, mas temos de manter o foco e fazer a nossa parte dentro de quadra para não sermos surpreendidas”, disse Shelda.

Ao lado de Adriana Behar, Shelda foi seis vezes campeã do Circuito Mundial, em 1997, 1998, 1999, 2000, 2001 e 2004. Após a aposentadoria da antiga parceira, no final do ano passado, passou a fazer dupla com Ana Paula, dona de uma medalha de bronze olímpica no vôlei de quadra, e pode conquistar seu primeiro título com a companheira.

“Será maravilhoso fechar esse ano com um título, principalmente depois de termos ficado bem perto de conseguir uma vaga na Olimpíada de Pequim. A parceria com a Ana Paula deu muito certo e seria coroada com essa conquista”, comentou Shelda.

A regularidade colocou a dupla na liderança do Circuito. Ana Paula e Shelda conquistaram, em 2008, a medalha de ouro em Klagenfurt, na Áustria, em Gstaad, na Suíça, e em Stare Jablonki, na Polônia. Ainda levaram a prata em Seul, na Coréia do Sul, e o bronze em Adelaide, na Austrália, além dois quarto lugares em Xangai, na China, e em Stavanger, na Noruega.

“Este ano está sendo muito positivo. Nosso desempenho em 2008 mostra que acertamos na parceria. É uma pena que essa união só tenha ocorrido recentemente. A Shelda é uma excelente jogadora e uma grande amiga”, observou Ana Paula.

De volta às competições

Após um período intenso de treinamentos, Leila e Sandra Pires voltam a competir na etapa do Guarujá. A dupla do Banco Cruzeiro do Sul também estréia nesta quarta-feira, na chave principal da competição.

“Gosto muito do Guarujá e do público paulista, que conhece vôlei. Joguei um tempo na quadra pelo time do Guarujá e será muito bom voltar à cidade”, disse Leila.

Apesar da falta de ritmo de competição, a parceria espera obter um bom resultado. Para Sandra Pires, a competição será bem acirrada, por causa da presença das principais duplas do País.

“As brasileiras estão muito bem preparadas para essa etapa. Além da Ana Paula/Shelda, líderes do Circuito, ainda estarão presentes Renata/Talita, Maria Clara/Carolina, Maria Elisa/Val, entre outras. Será uma bela disputa”, avaliou Sandra Pires.

Masculino

Alison e Bernardo, também atletas do Banco Cruzeiro do Sul, esperam repetir o bom desempenho das etapas européias. A dupla estréia na etapa do Guarujá nesta quinta-feira, na fase principal do torneio.

“Será bom voltarmos a jogar no Brasil, após várias etapas pelo resto do mundo. O público brasileiro é animado e deve dar um colorido a mais para a competição. Esperamos conseguir um lugar no pódio”, comentou Alison.

A jovem parceria obteve bons resultados em 2008. Alison e Bernardo foram campeões dos Challengers da República Tcheca, da Suíça e da Estônia, sem perderem nenhum jogo, e ganharam a medalha de bronze na etapa de Brasília do Circuito Brasileiro.

Além das competições com o parceiro Bernardo, Alison atuou ao lado do campeão olímpico Emanuel no Grand Slam de Gstaad, na Suíça, e conquistou a medalha de bronze.

Stephanie Morales conquista o Vale Open de Taekwondo

15, setembro, 2008

Lutadora do Banco Cruzeiro do Sul chega a seu quinto título em 2008

São Paulo – A jovem Stephanie Morales continua fazendo uma boa temporada no taekwondo brasileiro e confirma sua condição de novo talento da modalidade olímpica. A lutadora do Banco Cruzeiro do Sul conquistou o título do 11º Vale Open de Taekwondo, em São José dos Campos (SP), ao derrotar Pamela Araújo, de São Vicente, por 2 a 0.

“Foi uma luta muito difícil, contra uma atleta forte fisicamente. Mas encaixei uma boa luta e sai do tatame mais uma vez com o título”, comentou Stephanie.

Aos 15 anos, a jovem atleta vem de uma seqüência de bons resultados em 2008. Stephanie conquistou o tricampeonato brasileiro júnior e o heptacampeonato paulista, além dos títulos do Brasil Open e do São Bernardo Open.

Apesar da pouca idade, Stephanie treina com a seleção brasileira adulta, ao lado de Débora Nunes e Márcio Wenceslau, que integraram a delegação brasileira na Olimpíada de Pequim.