Archive for fevereiro \29\UTC 2008

Danielle Zangrando disputa Copa do Mundo na Polônia

29, fevereiro, 2008

São Paulo – De olho em uma vaga nos Jogos Olímpicos de Pequim, Danielle Zangrando participa neste sábado da etapa da Copa do Mundo de Judô em Varsóvia, capital da Polônia, na categoria leve, de até 57kg. Depois de lutar no torneio em Hamburgo, a judoca do Banco Cruzeiro do Sul treinou na Alemanha até quarta-feira, antes de viajar para Polônia.

Durante os trabalhos dessa semana, Danielle voltou a sentir lesões nas costas e no quadril, as mesmas que atrapalharam o final de sua temporada no ano passado, após a conquista da medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro.

“Pode ser que eu tenha de ir para o tatame no sacrifício, mas vou me superar. Tenho certeza que vou lutar bem e esquecer a dor. Já estou melhor, treinei bem e estou mais confiante para sábado”, explicou Danielle (Banco Cruzeiro do Sul).

Depois de ter sido eliminada na primeira luta no torneio em Hamburgo, ela busca a recuperação em Varsóvia. Danielle Zangrando disputa a vaga olímpica com Ketelyn Quadros, que foi quinta e nona colocada nas etapas da Copa do Mundo de Paris (França) e Budapeste (Hungria), respectivamente.

Anúncios

Danielle Zangrando viaja para Polônia amanhã (28/2)

27, fevereiro, 2008

São Paulo – Danielle Zangrando vai nesta quinta-feira para Varsóvia, capital da Polônia, onde participará da etapa da Copa do Mundo de Judô, no sábado, na categoria leve, de até 57 kg. A judoca do Banco Cruzeiro do Sul passou a semana treinando na Alemanha, depois de disputar a fase do torneio em Hamburgo, no último fim de semana. Ela treinará em Varsóvia nesta quinta e sexta-feira visando a competição.

Durante os trabalhos na Alemanha, Danielle voltou a sentir lesões que atrapalharam o final de sua última temporada, mas ela confirmou sua participação na etapa polonesa da Copa do Mundo.

“Senti as lesões no quadril e nas costas após a disputa na Alemanha. Estou trabalhando com a fisioterapeuta para estar na melhor condição possível no sábado”, disse Danielle.Depois de ter sido eliminada na primeira luta no torneio em Hamburgo, ela busca a recuperação em Varsóvia. Danielle Zangrando disputa a vaga olímpica com Ketelyn Quadros, que foi quinta e nona colocada nas etapas da Copa do Mundo de Paris (França) e Budapeste (Hungria), respectivamente.

Leila e Sandra Pires começam dia com vitória, mas acabam eliminadas em Floripa

25, fevereiro, 2008

Dupla do Banco Cruzeiro do Sul terminou etapa do circuito nacional na nona colocação. Alisson e Bernardo também estão fora.

São Paulo – Leila e Sandra Pires, do Banco Cruzeiro do Sul, encerraram sua participação na segunda etapa do circuito nacional de vôlei de praia, que acontece em Florianópolis. Com uma vitória e uma derrota neste sábado, elas terminaram o torneio na nona colocação. Na etapa passada, no Rio Grande do Sul, elas ficaram em quinto.

Depois de passar pela fase classificatória nesta sexta-feira, a dupla venceu a primeira partida do dia contra Mirlena Santos e Érika por 2 sets a 1 (18/10, 16/18 e 15/11). Mas no jogo seguinte, elas acabaram derrotadas por 2 a 0 (18/16 e 18/10) pela dupla Thati e Andréa Martins.

“Ainda temos que treinar muito, até porque sabemos da nossa qualidade técnica. Mas é preciso ter paciência, o que nos falta em determinados momentos devido à ansiedade. Com certeza, melhoraremos bastante no decorrer das etapas e isso é o mais importante”, disse Leila (Banco Cruzeiro do Sul).

Agora, Leila e Sandra Pires já pensam na próxima etapa do circuito nacional, que acontece entre os dias 6 e 9 de março na cidade de Foz do Iguaçu, no Paraná. Elas também se preparam para a disputa do circuito mundial, quando tentarão uma vaga para os Jogos Olímpicos de Pequim.

Masculino – Quem também acabou eliminado da disputa catarinense do circuito nacional foi a dupla Alisson e Bernardo, do Banco Cruzeiro do Sul. Depois de estrearem com vitória no torneio, eles perderam ainda na sexta-feira para os atuais campeões Franco e Pedro Cunha por 2 sets a 0 (18/16 e 18/15) e foram desclassificados neste sábado, após serem derrotados por Luizão e Benjamin por 2 a 1 (19/17, 17/19 e 15/12).

 

Danielle Zangrando é eliminada da etapa de Hamburgo da Copa do Mundo de Judô

25, fevereiro, 2008

Judoca do Banco Cruzeiro do Sul perdeu na estréia e ficou de fora da repescagem da competição

São Paulo – Danielle Zangrando não conseguiu repetir a boa performance da última temporada no início das competições européias da Copa do Mundo de Judô. A atleta do Banco Cruzeiro do Sul foi eliminada neste sábado na etapa de Hamburgo, na Alemanha, na categoria leve, de até 57 kg.

Danielle perdeu a primeira luta para equatoriana Diana Villavicencio por um koka (menor pontuação do judô). Como a lutadora sul-americana foi eliminada na fase seguinte, perdendo seu combate para a eslovena Vesna Dzukic, a brasileira ficou de fora da repescagem do torneio.

“Minha chave era bastante difícil. Já tinha enfrentado algumas vezes a Diana e sabia que não seria complicado. Agora, é seguir a preparação para a próxima etapa, em Varsóvia”, disse Danielle, medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos Rio 2007.

Agora, a judoca do Banco Cruzeiro do Sul se concentra na próxima etapa da Copa do Mundo, que acontece entre os dias 1 e 2 de março em Varsóvia, capital da Polônia.

Apesar do resultado, Danielle Zangrando ainda disputa uma vaga nos Jogos Olímpicos de Pequim. Mesmo tendo garantido o Brasil na competição olímpica da categoria, ela luta pela vaga com Ketelyn Quadros, que conseguiu um quinto e um nono lugar nas etapas de Paris (França) e Budapeste (Hungria), respectivamente.

 

Danielle Zangrando estréia na Copa do Mundo

22, fevereiro, 2008

Danielle Zangrando, judoca patrocinada pelo Banco Cruzeiro do Sul

São Paulo – Danielle Zangrando começa neste sábado sua batalha para conseguir uma vaga nos Jogos Olímpicos de Pequim. A judoca do Banco Cruzeiro do Sul participa da etapa de Hamburgo, na Alemanha, da Copa do Mundo de Judô na categoria leve, de até 57kg.

Na primeira rodada, a brasileira enfrentará a equatoriana Diana Villavicencio, de 22 anos. Nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro ano passado, Villavicencio perdeu a primeira luta, mas acabou com a medalha de bronze, vencendo dois combates na repescagem.

“Eu já lutei várias vezes com ela e perdi uma. Ela é muito chata de lutar, mas vamos ver o que acontece amanhã. Estou em uma chave difícil. Perdi para a Kifaiyat Gasimova (Azerbaijão) no Mundial e ela venceu a etapa da Bulgária da Copa do Mundo”, explicou Danielle Zangrando (Banco Cruzeiro do Sul).

Apesar de ter garantido a vaga brasileira para as Olimpíadas na categoria, Danielle ainda precisa confirmar sua participação nos Jogos. Ela disputa a posição com Ketelyn Quadros, que já lutou em duas etapas européias do torneio.

Para ficar com a vaga, a judoca do Banco Cruzeiro do Sul precisa obter resultados melhores que os que Ketelyn, quinta e nona colocada em Paris (França) e Budapeste (Hungria), respectivamente.

“É injusto apenas pelo lado que consegui a vaga para o País ficando o tempo todo no topo do ranking, mas os critérios já estavam definidos pela Confederação há muito tempo, então não posso reclamar. Pelo menos, acho mais justo levarem em conta os resultados na Europa do que se fosse confronto direto. Ela está evoluindo, mas o mais importante para mim é que no final o Brasil seja representado pela melhor lutadora”, afirmou a judoca brasileira de 28 anos.

Nesta etapa alemã, a principal concorrente de Danielle, que foi campeã nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro no ano passado, é a cubana Yurisleidi Lupetey, campeã mundial e Pan-Americana, além de ter nove conquistas em etapas da Copa do Mundo.

A judoca também lembrou que as competições européias devem ser complicadas, pois as vagas do continente para Pequim ainda não estão definidas. No próximo fim de semana, ela participa da etapa em Varsóvia, na Polônia.

 

Virose adia estréia de Ana Paula e Shelda

22, fevereiro, 2008

São Paulo – Não foi desta vez que a dupla Ana Paula e Shelda fez sua estréia. As duas participariam da segunda etapa do circuito nacional de vôlei de praia, em Florianópolis, mas Ana Paula contraiu uma virose, ficando com 38 graus de febre, o que a deixou fora de combate.

“A Ana estava com febre. Os médicos diagnosticaram como virose e viajamos achando que ela se recuperaria a tempo. Quando amanheceu ela estava com muita febre e dor no corpo. Definimos então que ela não tinha condições de jogo”, explicou Rodrigo Ribeiro, treinador da dupla do Banco Cruzeiro do Sul.

Mesmo com a decepção de não ter participado do torneio, Shelda acredita que a dupla pode se sair bem na próxima etapa do circuito nacional, no Paraná, no início de março.

”É claro que queríamos ter jogado, caso contrário nem teríamos viajado até aqui. Mas a Ana estava realmente abatida e não tinha como forçarmos uma situação. Ela vai descansar e vamos nos preparar para a próxima etapa em Foz do Iguaçu”, disse Shelda.

Já a outra dupla de medalhistas do Banco Cruzeiro do Sul, Leila e Sandra Pires, abriu a participação na etapa catarinense da competição nacional com uma vitória e uma derrota. Na primeira partida, elas venceram Semírames e Isabel Grael por 2 sets a 0 (18/13 e 18/15), mas perderam o jogo seguinte para a dupla Maria Elisa e Val, também por 2 a 0 (18/15 e 18/16).

Leila e Sandra voltam para a areia neste sábado para disputar a repescagem do torneio. Na primeira etapa do circuito nacional, a dupla do Banco Cruzeiro do Sul terminou na quinta colocação.

Masculino – Alisson e Bernardo começaram bem a participação na etapa de Florianópolis do circuito nacional de vôlei de praia. A dupla do Banco Cruzeiro do Sul venceu Bruno e Zé Írio na estréia sa competição por 2 sets a 0 (18/14 e 18/10).

“Chegamos impondo um ritmo forte e não demos chances para eles, com a partida ficando até fácil em alguns momentos. Eles erraram um pouco também, mas o importante é que jogamos bem”, disse Bernardo.

No próximo jogo, a dupla do Banco Cruzeiro do Sul enfrenta os atuais campeões do circuito nacional, Franco e Pedro Cunha. “Será um duelo de gigantes. Nunca vamos nos acovardar. É entrar na quadra olhando nos olhos, porque lá dentro é tudo mundo igual”, concluiu.

 

Ana Paula, uma das jogadoras de vôlei patrocinada pelo Banco Cruzeiro do Sul

Leila e Sandra Pires buscam evolução no circuito nacional

21, fevereiro, 2008

Dupla do Banco Cruzeiro do Sul joga segunda etapa neste final de semana em Florianópolis

São Paulo – Leila e Sandra Pires têm mais um desafio neste final de semana. As medalhistas olímpicas participam da segunda etapa do circuito nacional, neste final de semana, em Florianópolis. Na abertura da temporada, no Rio Grande do Sul, a dupla do Banco Cruzeiro do Sul ficou com a quinta colocação na classificação geral.

“O resultado foi ótimo, mas lógico que queremos sempre mais. Estamos fazendo um trabalho para chegarmos bem no meio do ano. A preparação está muito boa. No começo da semana, fizemos apenas um trabalho leve e de recuperação física, com massagens”, disse Letícia Pessoa, técnica de Sandra Pires e Leila e Alison e Bernardo.

A dupla do Banco Cruzeiro do Sul está se preparando para disputar o circuito mundial a partir de março e tentar uma vaga nos Jogos Olímpicos de Pequim.

“Estou bem empolgada com essa parceria com a Leila. Ainda temos um longo caminho pela frente e esperamos aperfeiçoar o entrosamento nos próximos meses”, falou Sandra Pires.

Masculino – Quem também tentará subir ainda mais de produção é a dupla Alisson e Bernardo, do Banco Cruzeiro do Sul. Assim como Leila e Sandra, eles ficaram com a quinta colocação no Rio Grande do Sul.

“Nesta última etapa, tivemos alguns erros que esperamos poder consertar nestes dias que temos para trabalhar. A expectativa é alcançar o pódio, que passou muito perto na última etapa, mas sem obsessão”, disse Bernardo (Banco Cruzeiro do Sul).

Para o jogador de 1m97, o maior desafio é superar o cansaço neste início de temporada. “É complicado ter uma etapa em seguida da outra, quase não temos tempo para descansar. Temos de fazer mais um trabalho de recuperação. Vamos melhorar. Estávamos até agora só treinando, tentando sempre simular o que pode acontecer em jogo, mas algumas coisas só podemos ver nos campeonatos”.

 

Sandra e Leila, dupla de vôlei de praia
patrocinada pelo Banco Cruzeiro do Sul

Ana Paula e Shelda estréiam nesta semana

20, fevereiro, 2008

São Paulo – O circuito nacional de vôlei de praia ganha mais uma atração de peso neste final de semana. As medalhistas olímpicas Ana Paula e Shelda estréiam na segunda etapa da competição, a partir de sexta-feira, em Florianópolis. A dupla do Banco Cruzeiro do Sul se prepara para brigar por uma vaga para as Olimpíadas de Pequim.

“Estou muito empolgada com a estréia. A Shelda é uma jogadora completa e com certeza irei aprender muito com ela. Estamos treinando bastante para alcançarmos o nosso objetivo, que é uma vaga nos Jogos Olímpicos”, disse Ana Paula (Banco Cruzeiro do Sul).

As chaves e os confrontos serão anunciados pela Confederação Brasileira de Voleibol após o congresso técnico, marcado para quinta-feira à noite, no local do torneio.

Com as medalhas de prata nas duas últimas olimpíadas e mais de dez anos de parceria com Adriana Behar, Shelda ainda está se acostumando à nova companheira.

”É um prazer fazer parte desta parceria. Antes achava a Adriana a melhor jogadora do mundo, agora a Ana Paula será a melhor. Espero que a gente se divirta bastante durante as competições. Lógico que ainda precisamos de mais sintonia, mas logo vamos nos conhecer melhor. Em alguns momentos ainda chamo a Ana Paula de Adriana”, brinca Shelda.

Focadas na preparação para a briga pela vaga olímpica, a dupla treina diariamente com o técnico Rodrigo Ribeiro.

“Elas estão bem, tanto fisicamente como tecnicamente. Mas ainda não estão 100%. Nosso objetivo é o final de março (quando começam a disputar o circuito mundial e uma vaga nos Jogos de Pequim) e para isso ainda faltam algumas etapas de trabalho”, explicou o treinador da dupla do Banco Cruzeiro do Sul.

Danielle Zangrando disputa Copa do Mundo de olho nas Olimpíadas

19, fevereiro, 2008

São Paulo – A definição da equipe brasileira de judô que disputará os Jogos Olímpicos de Pequim entra em sua última fase a partir deste fim de semana. Danielle Zangrando é uma das principais candidatas a conseguir uma vaga na categoria leve, de até 57kg. A judoca do Banco Cruzeiro do Sul viaja para a Europa nesta quarta-feira, junto com parte da seleção brasileira, para participar das duas etapas da Copa do Mundo de Judô – a primeira delas neste sábado em Hamburgo, na Alemanha, e a seguinte entre os dias 1 e 2 de março, em Varsóvia, na Polônia.

“É ano olímpico e todas as etapas serão muito equilibradas. A Europa ainda não fechou suas vagas então vai ter muita gente lutando forte para ir para Pequim”, disse Danielle (Banco Cruzeiro do Sul).

Ela briga por uma vaga com Ketelyn Quadros, que nas etapas de Paris (França) e Budapeste (Hungria), conquistou um quinto e um nono lugar, respectivamente. A atleta que obtiver os melhores resultados nas etapas européias do mundial ganha um lugar nas Olimpíadas.

“Estou tranqüila em relação a isso. Ela evoluiu bastante. Tenho apenas de fazer a minha parte, me preocupar apenas em crescer e fazer o meu melhor para conseguir a vaga”, falou a medalhista de ouro nos Jogos Pan-Americano Rio 2007.

Mesmo tendo conquistado a vaga brasileira em Pequim, Danielle não reclama por ainda ter de disputar um lugar nos Jogos Olímpicos. “É injusto apenas pelo lado que consegui a vaga para o País ficando o tempo todo no topo do ranking, mas os critérios já estavam definidos pela Confederação há muito tempo, então não posso reclamar. Pelo menos, acho mais justo levarem em conta os resultados na Europa do que se fosse confronto direto. Ela está evoluindo, mas o mais importante para mim é que no final o Brasil seja representado pela melhor lutadora”, afirmou a judoca brasileira de 28 anos.

Recuperação – Mesmo tendo conquistado a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro, o ano de 2007 foi muito complicado para a judoca Danielle Zangrando. Ela passou por uma série de lesões – na coluna e no quadril – que a deixou afastada do tatame por um tempo.

“O ano de 2007 foi muito dolorido para mim. Tive praticamente seis meses de muita dor, tanto no quadril quanto na coluna. Mesmo depois de fazer uma cirurgia de hérnia de disco, senti outra”, explicou. “Depois de dois meses de tratamento, agora estou me sentindo bem. Posso finalmente falar que estou 100% recuperada”.

Alison e Bernardo abrem circuito nacional com vitórias

18, fevereiro, 2008

Leila e Sandra Pires também fizeram a estréia no Rio Grande do Sul

São Paulo – A estréia de Alison e Bernardo no circuito nacional de vôlei de praia não poderia ser melhor. Nesta sexta-feira à tarde, em Xangri-lá, a dupla patrocinada pelo Banco Cruzeiro do Sul venceu as duas partidas que disputou na etapa inaugural da competição, que segue neste final de semana no Rio Grande do Sul.

“Eles jogaram muito bem. Tiveram uma alta porcentagem na virada de bola e obtiveram os resultados. Era o dia deles”, disse a técnica Letícia Pessoa.

Logo na primeira apresentação, os rapazes venceram os sul-mato-grossenses Mauro Nogueira e Toninho por 2 a 0 (18/11 e 18/14). Na seqüência, Alison e Bernardo derrotaram Loiola e Júlio também por 2 a 0 (18/15 e 18/13). Vale ressaltar, que Loiola, de 37 anos, é um dos maiores nomes da modalidade no Brasil, tendo ganhado o Campeonato Mundial e o Circuito Mundial de 1999, e dois títulos do Circuito Norte-Americano, a AVP, de 1997 e 2000.

Alison e Bernardo seguem no campeonato neste sábado pela manhã, em Xangri-lá.

Feminino

Leila e Sandra Pires também fizeram a estréia no circuito nacional de vôlei de praia nesta sexta-feira. Na primeira partida do dia, elas venceram a dupla Taiana e Elize Maia por 2 a 1 (17/19, 18/16 e 15/8). Leila e Sandra, porém, não repetiram o bom desempenho na segunda rodada e perderam para Ângela e Virna por 2 a 0 (22/20 e 18/14). A dupla de medalhistas olímpicas segue também no campeonato neste sábado pela manhã.